Dois operários e uma criança atingidos por explosão de fogos em Várzea Alegre seguem em recuperação

Dois operários e uma criança atingidos por explosão de fogos no Réveillon em Várzea Alegre estão em recuperação. O ajudante Francisco de Assis de Sousa Mendonça, 36 anos, e o pedreiro, José Nilton Oliveira de Sousa, 42 anos, foram encaminhados para o Instituto José Frota (IJF) em Fortaleza.

Os dois operários passaram por exames para verificar a visão e possível fratura, após explosão dos fogos. A dupla ferida era responsável por acionar a queima de fogos.

Uma criança que estava em meio ao público foi atingida na cabeça por um pedaço de um dos fogos, mas passa bem. Todos estão sendo acompanhados pela Prefeitura, informou o assessor de Imprensa.

Após a explosão várias pessoas saíram da festa. O clima foi de preocupação e tristeza, mas a programação de shows seguiu normalmente. Os operários foram atendidos por equipes do Samu.

A explosão ocorreu na última bateria. A ideia atual é retornar a instalação dos fogos para uma base sólida a exemplo dos anos anteriores, por segurança. No Réveillon de 2017 e 2018, houve a mudança para uma base improvisada no meio da lagoa de São Raimundo Nonato e os operários ficaram em uma canoa para acionar o dispositivo, a queima dos pavios.

Do DN Centro Sul