Ministro Moro autoriza Força Nacional para o Ceará em caso de “deterioração” da segurança

O Estado registrou motim na Casa de Privação Provisória de Liberdade e atentados a ônibus nesta quinta-feira (3). Após ataques, o governador Camilo Santana (PT) solicitou ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, apoio das tropas da Força Nacional.

Apesar do secretário Nacional de Segurança Pública, general Theophilo, ter afirmado que Moro teria autorizado o envio da Força Nacional de Segurança para o Ceará, Ministério da Justiça informou nesta quinta-feira (3) que o titular da pasta, Sérgio Moro, decidiu que só enviará tropas da Força Nacional ao Ceará se houver “deterioração” da segurança no estado.

De acordo com nota oficial do ministério, Moro determinou à Polícia Federal, à Polícia Rodoviária Federal e ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) que tomem as “providências necessárias” para ajudar a conter a onda de violência no estado.

O ministro também sugeriu ao governo do Estado a criação de um gabinete de crise, “com a integração das forças policias federais e estaduais”, o que já foi feito.

Do Ceará Agora