Cid retoma discussão sobre eleição no Senado

O senador eleito Cid Gomes (PDT), retoma os contatos pessoais sobre a eleição da Mesa do Senado, no início de fevereiro, a partir de segunda-feira (14), quando o grupo de oposição ao Governo Bolsonaro terá reunião, em Brasília. Até lá, já terá sido publicada a decisão do ministro presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre o recurso dos partidos Solidariedade e MDB contra a decisão que impediu a realização de votação secreta para a eleição da nova Mesa Diretora do Senado. Toffoli está responsável pelas decisões urgentes da Corte no período do recesso dos ministros.

Independentemente da decisão do ministro, a oposição terá candidato à Presidência do Senado, sendo, no momento, o nome mais provável o do senador cearense Tasso Jereissati (PSDB). A oposição quer se insurgir contra a candidatura do senador Renan Calheiros (MDB).