Chuva suspende buscas em Brumadinho por risco aos bombeiros

Os trabalhos do 11º dia de buscas por vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Grande BH, foram suspensos temporariamente no início da manhã desta segunda-feira. O motivo é a chuva forte na região do desastre.  

“A perspectiva é de que o rejeito remanescente na barragem B1 (a mesma do acidente) possam se desprender e deslocar na zona quente, trazendo risco aos bombeiros”, informou o tenente-coronel Anderson Passos, do Corpo de Bombeiros, pouco antes das 6h. “Após as chuvas será feita uma vistoria aérea para identificação das áreas que permitam a retomada dos trabalho”, disse.  

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) atualizou o número de desaparecidos do desastre de Brumadinho na noite de domingo. Segundo informações da Cedec, são 212 pessoas não localizadas – 14 a menos que o último boletim, que trazia o dado de 226 vítimas sumidas. Segundo o último levantamento divulgado pela Vale, a Polícia Civil já identificou 114 dos 121 corpos resgatados.

Do CB